/** PIXELS **/ /** PIXELS **/
 

Dividir para estancar:
a estratégia da velha política ameaça avanços no combate a corrupção

 
 
Grafico-BR-2.png

O Brasil caiu 18 posições este ano em comparação ao ano anterior.
A pontuação desceu de 40 para 37.


O país se posiciona abaixo de nações não-democráticas como a China e Xxxx. E pela primeira vez fica abaixo da vizinha Argentina. Esse resultado acende um alerta para reforçar a luta contra corrupção.

Afinal, o combate exige persistência.
E sempre que existe alguma alteração no cenário, a corrupção busca
se reajustar em contra-ataque. O lado positivo é que dados recentes
mostram a população atenta e ciente do seu papel de alerta.

Leia aqui a análise do resultado brasileiro pela ótica de Bruno Brandão,
xxx da Transparência Internacional Brasil.